20 de set de 2005

antes

A escassa memória da tenra idade confirma: nasci sem estar preparado para as coisas deste mundo. Prematuro, o meu sofrer se estendeu assim através dos tempos. Aprendi a ler antes de entender bem o que eram as letras.

Não tinha vaga nos bancos da escola. Antes que me expulsassem, ganhei um banco com meu nome. Meu irmão foi antes de mim.

Antes de brincar, eu senti que era fácil aprender. E assim me fiz acreditar. Sem esperar, fiz de meu ofício, criar. E antes que termine de expôr, preciso dispôr porque alguém antes de mim, há de se interessar.

Nenhum comentário: